quinta-feira, 4 de setembro de 2008

***************Eu e a árvore****************


Por uma árvore atraída,
dela procuro me aproximar.
Em baixo de sua grande copa,fecho os olhos,
para sua presença experimentar.

Sua energia poderosa,
sinto em mim penetrar.
E uma paz indescritível,
o meu corpo tomar.

Tento o seu tronco abraçar,
mas meu abraço, mal consegue alcançar.
Necessários seriam muitos abraços,
para o tronco todo enlaçar.

Dentro dela, minha alma penetra.
E aos meus pés,suas raízes sinto pulsar.
Apesar de atada ao chão,

meus pensamentos voam ,
numa sensação de bem estar.

De braços abertos para a vida,
O sol vem me iluminar.
Pássaros felizes,
em meus galhos saltitando,
a alegria vem cantar.

O vento soprando,
as folhas a balançar,
numa suave carícia,
de Deus a me tocar.

Eliane Santoro da Costa
Reflexão registrada

Um comentário:

Rufina disse...

Olá, você não pode nos privar de um livro de poesias, eu vou cobrar, agora sei do seu talento,é uma honra para mim ser amiga de uma poetisa, pense bem. São lindas,fique com DEUS ,beijão.